História do e-mail desde quando foi criado

A história do e-mail contado de forma simplificada. Hoje com quase 3 bilhões de usuários ativos e mais de 4,5 bilhões de contas de e-mail ativos em operação, o e-mail usado como correio eletrônico é o meio de comunicação mais importante e amplamente utilizado por pessoas e empresas na Internet.

O e-mail se tornou uma parte indispensável das atividades diárias, tanto de negócios em quase todos os aspectos do comércio quanto para entretenimento. A enorme variedade de populações que usam o e-mail regularmente pode ser atribuída em grande parte, à sua facilidade, acessibilidade e utilidade em geral.

Mas quando foi criado o e-mail? As raízes do e-mail podem ser rastreadas por volta da infância da Internet e além disso … ou seja antes.

Breve história do e-mail

Na verdade, o conceito de e-mail é muito anterior à Internet. O primeiro exemplo de e-mail pode ser encontrado nos computadores do MIT em um programa chamado “MAILBOX”, que remonta a 1965.

Os usuários de computadores do MIT podiam deixar mensagens com este programa em computadores da universidade para outros usuários, que viam as mensagens na próxima vez que logavam no computador.

O sistema era bastante eficaz, mas apenas se as pessoas que desejavam comunicar-se usassem regularmente o mesmo computador. Em 1969, o Departamento de Defesa dos EUA implementou a ARPANET ( A dvanced R esearch P rojetos A gência Net trabalho), uma rede entre vários computadores em todo o departamento com o propósito de comunicação dentro da organização.

Em 29 de outubro de 1969, a primeira mensagem foi enviada de computador para computador na ARPANET.

Em 1971, Ray Tomlinson inventou e desenvolveu o correio eletrônico, como o conhecemos hoje, criando o sistema de correio eletrônico em rede da ARPANET.

O conceito de comunicação quase instantânea entre máquinas dentro de uma organização provou ser tão benéfico e prático que logo começou a se espalhar.

No entanto, com o advento das redes internas, os protocolos de envio de mensagens tornaram-se mais complexos. Ao enviar uma mensagem de um computador para outro dentro de uma rede, como alguém indicaria para onde a mensagem deveria ir?

Ray Tomlinson faz parte da história do e-mail

Historia do e-mail - Ray Tomlinson criador do e-mail @

Ray Tomlinson e o símbolo “@”, que provavelmente foi sua contribuição mais duradoura para a internet.

Indicar um destino para uma mensagem tornou-se tão simples quanto endereçá-la:  “nomedeusuario @ nomedocomputador”, que é essencialmente como o e-mail tem sido endereçado desde então, atualmente – nomedousuario @ dominionainternet.

Em 1976, 75% de todo o tráfego da ARPANET era de correio eletrônico. O e-mail tinha se mostrado tão útil que começaram a surgir ideias sobre como alguém poderia enviar uma mensagem de correio eletrônico a um usuário em um computador  fora de uma rede interna.

O conceito de comunicação por e-mail

*Esse conceito de comunicação por e-mail de organização para organização foi o ímpeto para o advento da própria Internet.

À medida que o e-mail interorganizacional se tornou mais prevalente, surgiu a necessidade de um software envolvendo o armazenamento e a organização desses e-mails. Com isso, os precursores da caixa de entrada de e-mail moderna foram desenvolvidos rapidamente.

Na década de 1980, a infância da Internet, os Provedores de Serviços de Internet (ISPs) começaram a conectar pessoas em todo o mundo, e sites de “hospedagem” de e-mail começaram a surgir, clamando por sua fatia do bolo.

Para muitos novos usuários da Internet, o correio eletrônico foi a primeira aplicação prática desse novo meio empolgante. Em 1993, a palavra “correio eletrônico” foi substituída por “e-mail” no léxico público e o uso da Internet tornou-se mais difundido.

Nos anos seguintes, a America Online (AOL), Echomail, Hotmail e Yahoo moldaram o cenário da Internet e do e-mail. Eles injetaram dinheiro em marketing para aumentar a acessibilidade e expor um público muito mais amplo aos benefícios da World Wide Web.

Uma breve história do e-mail e America Online

Ter um endereço de e-mail para comunicação

Ainda continuando a história do e-mail, no final da década de 1990, o uso da Internet explodiu, passando de 55 milhões de usuários em todo o mundo em 1997 para 400 milhões em 1999.

Conforme o potencial de mercado da Internet se tornou amplamente aparente, o spam de e-mail começou a se multiplicar exponencialmente, criando a necessidade de um software de classificação de e-mail.

Na virada do milênio, ter um “endereço de e-mail” deixou de ser um luxo/curiosidade para ser uma expectativa da sociedade semelhante a ter um número de telefone.

A era do e-mail havia começado para valer e até hoje 2021 o email continua reinando e criando oportunidades de negócios muito além da nossa imaginação, especialmente que o usa para realizar campanhas de marketing por e-mail.

Depois com o passar dos anos, a discussão se formou na forma como escrever email ou e-mail, saiba mais essa grande divergência lendo aqui.